Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2008

Obrigada por me ouvir (Salmo 32)

Enquanto me preparava para escrever esta coluna, deparei-me com um texto de Rubem Amorese, intitulado “Obrigado por me ouvir”, o qual, com os devidos créditos, evidentemente, “plagio” – por achar que tem tudo a ver com o que abordaremos aqui a respeito do Salmo 32.
Amorese, escrevendo na edição de janeiro/fevereiro de 2008 da Revista Ultimato, aborda a realidade pastoral daquelas pessoas que querem ser ouvidas pelo seu ministro religioso. Ele destaca sua carência, sua necessidade de falar, sua ânsia em serem ouvidas por alguém. Entretanto, Amorese estabelece uma diferença entre falar e dizer, entre falar e ouvir e entre falar e obedecer que me pareceu, de fato, relevante e fundamental.
Ele menciona que muita gente quer ser ouvida, mas não sabe e até não quer ouvir. Quando são confrontadas por seus ouvintes a atender a um conselho, a mudar de vida e, pelo Senhor Deus, a assumir a fé, a assumir Jesus como Salvador, então agradecem: “Obrigado por me ouvir... mas não quero mudar!”

Calar e ad…