O fim dos tempos está próximo... o testemunho público da Igreja evangélica

Nunca a pregação do arrependimento foi tão necessária quanto nos dias em que vivemos. Arrependei-vos e crede no Evangelho... Quando políticos ditos evangélicos se rendem a aprovar uma lei parcial e autoritária porque receberão alguns benefícios, prejudicando a liberdade de dezenas de pessoas em nome de uma fé fajuta e interesseira... quando o PT, sempre vinculado às lutas trabalhistas se une para defender o José Sarney - e não é a pessoa dele, mas o que ele representa, isso sim, grave e que deve ficar em nossa mente, pois o que o que se defende é um perfil, um padrão de comportamento, um continuísmo da morte e da perversidade... quando o povo destrói delegacias e liberta prisioneiros que irão executar violências com eles mesmos depois, agindo de modo semelhante ao que condenam... quando uma mãe, além de roubada de seu lar, é também roubada de sua filha... Sim, o fim dos tempos está aí... o fim da esperança, da verdade e da justiça neste mundo. O fim do bom-senso, o fim da vergonha na cara, o fim da picada... Onde estão os profetas? Onde estão? Nas fileiras outras que não as do Evangelho, muitas vezes... Que vergonha! As pedras estão clamando... Vamos tomar posição, cristãos, vamos fazer como Daniel e orar e chorar copiosamente, porque temos negado a Justiça e tomado o erro em nossas mãos, chamando-o de religião. Porque temos compactuado com o erro e chamado-o de verdade. Porque temos agido como se fôssemos do mundo - desse sistema equivocado de coisas - e temos visto os pequeninos morrendo sem fazer nada... A Igreja (ao menos essa que aparece nos meios de comunicação, e não falo de denominações, mas, novamente, de um sistema de coisas... a Igreja somos todos nós, todos os que se chamam cristãos, sem distinção, por isso, o pecado do outro é nosso também!) tem sido parceira do mal e quando perguntam pelas ruas, os "crentes" dizem: "Não acredito, é mentira, é astúcia do diabo..." Será mesmo? Ou será a profecia sobre os mercenários se cumprindo e a gente não quer admitir? Pois bem, que a verdade venha à luz! Que o juízo de Deus se cumpra, porque se a Igreja do Senhor não serve, de fato, ao Senhor de todas as coisas, então não serve para nada... João Wesley dizia, no caso específico dos metodistas, que o seu medo não era a de que o movimento acabasse, mas que virasse seita morta, isso sim, o enchia de terror. Perder a razão de ser é o perigo da Igreja nessa pós-modernidade; isso é pior do que deixar de existir... Meditemos e peçamos perdão, mudemos de postura... O mundo precisa de uma Igreja verdadeira, santa, sem medo de ser contundente - a verdade (não a nossa, mas a de Cristo, a verdade verdadeira, sem versões, edições, photoshop ou cortes) nos libertará...

Comentários

  1. Hideide

    Há um selo para o seu blog no blog Brasil Liberdade e Democracia.

    ResponderExcluir
  2. um porte cristao esta sujeito ao mundo e suas politicas;infelismente hoje o homen ;de uma maneira geral prefere o conformismo ,,,enfim; os que se dizem cristao,nao tem fe para viver da fe´´´ que a paz de deus esteja entre todos nos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O sonho de Jacó (Gênesis 28.12)

Isaías 6.1-8 A brasa do altar

Pagar o preço