Enchentes em Cataguases: "Se as águas do mar da vida..."

O antigo cântico me veio à mente ao ver a tragédia que se abateu sobre a nossa cidade de Cataguases. Diversos de nossos amigos, conhecidos, vizinhos e irmãos da Igreja foram atingidos. Andando pela cidade nesses dias, vê-se o clima de abatimento, de dor, de perda. Certamente 2009 começará com uma batalha a mais pela sobrevivência, pelo reerguimento. O comércio de nossa cidade foi atingido, havendo grandes perdas, o que afetará toda a economia da cidade, ameaçando empregos e o consumo. O Natal, no seu aspecto comercial, será negativo para muita gente. Prejuízos se somam. Vidas foram perdidas, tanto aqui em Cataguases quanto em outras cidades mineiras. A ajuda humanitária que se destinaria a Santa Catarina agora se faz necessária aqui também. Choramos, porque temos mesmo de chorar e nos lamentar. A dor é grande. Esta é uma cidade de gente pobre, humilde e trabalhadora. Gente que lutou para ter o pouco que tem. Em meio a isso, me veio o hino: “Se as águas quiserem te afogar, segura na mão de Deus e vai”. Lembrei-me de Pedro, quando afundou nas águas, após querer ir com Jesus. Quando ele viu a força das águas, teve medo. Afundou. Então gritou: “Socorro, Senhor”! E imediatamente Jesus lhe estendeu a mão e o suspendeu, levando-o em segurança ao barco. Segurar na mão de Deus é o nosso recurso de esperança e fé nesta hora de dor, tristeza e até mesmo indignação.Não ignoramos a tragédia, mas devemos, como cidadãos, cobrar mais medidas dos responsáveis e de nós mesmos. Enquanto andava pelas ruas, por onde se podia passar, vi boiando imensas quantidades de lixo, que nós mesmos jogamos todos os dias por aí, sem nos preocupar com os danos ao meio-ambiente. Enquanto economizo água porque me disseram pelo rádio que ela vai faltar, me lembro das vezes incontáveis em que desperdicei um bem precioso e que está ameaçado. Vejo o rio subir porque afetamos o seu fluxo com barragens, com lixo, com assoreamento. As autoridades ficaram imóveis perante os danos ambientais e até contribuíram para ele. As grandes empresas e corporações só viram o lucro e foram se apropriando erroneamente da natureza. Agora, depois que a tragédia nos cerca, sei que no seu íntimo muitos cobram de Deus a resposta, jogam sobre ele a causa da dor. Mas ele está conosco, chora nossas lágrimas e nos ajudará a reconstruir nossas vidas. Nós, porém, temos de estar prontos e alertas a evitar que o ano que vem seja tudo igual. Vamos segurar na mão do Senhor, que nos sustenta e nos dará forças para trabalhar e resgatar nossa dignidade, nossa vida, nossos bens e nossa alegria em viver. Reconstruir é uma parte importante da história do povo de Deus na Bíblia - só a cidade de Jerusalém foi destruída 17 vezes e ela continua lá, como prova de que sempre é possível recomeçar e ficar cada vez melhor. Esperança - a palavra de que tanto temos falado ultimamente é a nossa nova ordem de vida neste fim de ano. Segura na mão de Deus - e vai, porque ela te sustentará...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O sonho de Jacó (Gênesis 28.12)

Isaías 6.1-8 A brasa do altar

Pagar o preço