Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2009

Igual a um menino (Paulo Cesar, Logos)

Imagem
Eu vivo a vida, alegre e florida,
mas vivo a ferida e as ondas do mar.
E trago nos braços um sonho singelo,
a vida eterna que anelo por fé.
Eu trago no peito guardada, lá dentro,
a paz que, do centro de mim, norteia meu corpo.
Dirige os meus passos,
transforma fracassos em glórias sem fim.

Pois, Jesus está comigo!
Posso tê-lo junto a mim.
Sinto segurança,
vivo de esperança
e quero seguir sempre assim.

Eu creio e canto, igual a um menino
que, por ser pequenino, depende do pai.
É assim que vou indo.Às vezes caindo...
Mas, sempre, sentindo que alguém me sustém.

Desejo uma vida que exale o perfume,
pra que, lá do cume do azul,
o Senhor receba meu culto, o meu sacrifício,
que é vivo em função de O adorar.

Conheçam meu trabalho... e me contratem, né?

Imagem
Oi,resolvi postar aqui alguns dos muitos livros nos quais trabalhei. De alguns, eu fiz apenas a revisão. Em outros, a revisão, o projeto gráfico e a diagramação. E em alguns poucos me aventurei até a fazer a capa! Ficaram bonitos e bons, modéstia à parte! Alguns amigos me enviaram suas recomendações e posto aqui para vocês saberem. No que precisar, estamos aí!



Mulherão... (autor desconhecido)

Peça para um homem descrever um mulherão.
Ele imediatamente vai falar no tamanho dos seios, na medida da cintura, no volume dos lábios, nas pernas, bumbum e cor dos olhos. Ou vai dizer que mulherão tem que ser loira, 1,80m, siliconada, sorriso colgate.
Mulherões, dentro deste conceito, não existem muitas: Vera Fischer, Malu Mader, Letícia Spiller, Adriane Galisteu, Luma de OLiveira e Bruna Lombardi.
Agora pergunte para uma mulher o que ela considera um mulherão. Aí, a gente descobre que tem uma em cada esquina, que tem um montão delas por aí.
Mulherão é aquela que pega dois ônibus para ir para o trabalho e mais dois para voltar, e quando chega em casa encontra um tanque lotado de roupa e uma família morta de fome.
Mulherão é aquela que vai de madrugada para fila garantir matrícula na escola e aquela aposentada que passa horas em pé na filado banco para buscar uma pensão de 100 reais.
Mulherão é a empresária que administra dezenas de funcionários de segunda a sexta-feira, e uma família todos…

Era uma vez... uma história sem fim...

Imagem
Era uma vez uma senhora, com uma voz doce e delicada e dedos mágicos. Com sua voz, ela contava histórias que faziam o coração palpitar de alegria. Com seus dedos mágicos, ela fazia duas coisas muito especiais: ela escrevia as melhores histórias, para que não se perdessem na imensidão de muitas palavras. E ela também fazia sair do piano as mais belas canções, que faziam a alma da gente dançar de alegria.Ela era como uma dessas fadas-madrinha (porque Deus também faz mágica, sabia? E esta mágica se chama vida!) que a gente encontra volta e meia nesta vida. De tão rara, a gente pensa que vai durar para sempre. Por isso, fica sempre um súbito no coração quando, de repente, as coisas seguem seu curso normal e essas pessoas mágicas, que fazem a vida ficar mais bonita, vão para Deus.Mas, como disse Rubem Alves, “É preciso não esquecer a saudade. É ela que faz toda a diferença. Deus mora na saudade, ali onde o amor e a ausência se encontram”.As histórias ficarão, bem como as canções. Outras vo…