Pensando bem...


Sabe aqueles dias em que sua vida parece um flash diante de seus olhos? É como se a gente visse um filme de si mesmo... Escolhas, caminhos, opções, equívocos. Bate uma tristeza de um lado, uma esperançazinha teimosa de outro. Coisas que às vezes a gente gostaria de deixar para trás e que teimam em grudar na gente. Sem a cura divina, o passado nunca fica para trás de verdade - fica insuflando o medo nos ouvidos da gente, pondo sombras nos nossos olhos, acelerando nosso coração feito filme de suspense. E a vida vai ficando cinza. Úmida de lágrimas. Desbotada de alegria.
Gosto do Salmo 4: "Em paz me deito e logo pego no sono, porque só tu, Senhor, me fazes repousar seguro". Acho que o salmista deve ter pensado algo assim: É preciso descansar bem para aproveitar a grande chance divina, que é a manhã do dia seguinte... Assim, vamos nos espreguiçar, bocejar bem grande, esfregar os olhos com calma e nos enrolar nas cobertas (bem, nem tanto que aqui em Cataguases faz um calor da gota!). Vamos dormir que amanhã é outro dia - aquele no qual o Senhor poderá fazer maravilhas no meio (e apesar) de nós.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Isaías 6.1-8 A brasa do altar

O sonho de Jacó (Gênesis 28.12)

Pagar o preço