Moisés e as lições para o discipulado - Êxodo 33.12-23 - Sermão à Igreja em Cataguases (Bairro Ponte Alta)

Outro dia, estava ouvindo a música do Fernandinho, sobre os profetas que se corromperam. Ele diz na letra que Deus está levantando um novo povo. Em cada geração, Deus levanta pessoas que não se dobram diante de outros deuses. O cantor nos desafia a ser essas pessoas em nossa geração. Eu me lembrei deste texto de Moisés e do desafio que Deus coloca a cada um de nós a partir de três coisas:
1. Pagar o preço pelo povo: Deus está irado contra o povo, que fez o bezerro de ouro. Ele faz uma sedutora promessa a Moisés, no ímpeto da situação: Venha e farei de você um novo povo. Este tipo de expectativa tem alimentado muita gente na atualidade. Querer ser o início de um novo povo, ter as pessoas à sua imagem e semelhança. Moisés não quer isso. Ele paga o preço de sua liderança, de seu amor pelo povo. Ele não escolhe o caminho mais fácil. Olhamos hoje para nossa cidade: jovens perdidos, drogados, prisioneiros, famílias desfalecidas pelos problemas, enfermidades e lutas... Gente que está na igreja sem saber o que faz lá... Estamos dispostos a pagar o preço, como Moisés, de andar no deserto com essa gente até chegar à terra prometida?
2. Ansiar pela presença de Deus: Deus quer mandar o anjo para ficar com o povo. Moisés exige a presença direta de Deus, colocando diante do Senhor a necessidade direta de sua presença, sem intermediários. Muita gente hoje depende de sonhos, de profetas, de pastores, de líderes para intermediar sua vida com Deus. Podemos e devemos compartilhar, mas não podemos depender da espiritualidade alheia. Temos de amadurecer. Só podemos fazer isso ansiando direta e honestamente pela presença de Deus.
3. Pedir a Deus que nos mostre sua face: Moisés quer ver a face de Deus porque isso significa para ele um compromisso de integridade e entrega; rogo-te que me mostres a tua glória. A glória de Deus significa, ao mesmo tempo, a revelação de todos os nossos erros e pecados, sem desculpas, nem retoques. É um encontro com a santificação. Deus revela sua glória a Moisés e passa diante dele. Hoje, podemos ver a face de Deus na vida em santificação com Cristo.
Uma igreja que quer crescer numericamente, como "a areia da praia e as estrelas do céu", deve ser uma igreja comprometida com o preço do serviço a Deus, com a presença de Deus e com a santificação. Ore a Deus e pergunte-lhe qual o espaço que ele tem para você nesta igreja nova que está nascendo. Comprometa-se com a visão e você poderá ver muito mais do que Moisés. Você também, e eu, e os milhares de perdidos, entraremos todos na Terra que mana leite e mel. Neste mundo e com Cristo no porvir. Aleluia!

Comentários

  1. Olá, também sou de Cataguases. Amei seu blog. É lindo, sensível e reconfortante... Vim, gostei e voltarei sempre. Abraços!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu demais, espero que volte mesmo e que Deus a abençoe!

      Excluir
  2. Olla adorei seu blog me ajudo bastante Que Deus o abençoe

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Isaías 6.1-8 A brasa do altar

O sonho de Jacó (Gênesis 28.12)

Pagar o preço