domingo, 25 de março de 2012

Restaurando o altar de Deus

Então, Elias disse a todo o povo: Chegai-vos a mim. E todo o povo se chegou a ele; Elias restaurou o altar do SENHOR, que estava em ruínas. (1 Reis 18.30)

Introdução
Este é um texto muito conhecido da Bíblia, porque mostra o embate entre o profeta Elias e os profetas de Baal. A reflexão que eu quero partilhar, em parte, me veio ao ouvir ontem uma pregação do pr. Marcelo, da Igreja Batista em Maripá de Minas, a quem dou os créditos pelas palavras inspiradoras e pelos insights que geraram em mim.
Ele falou algo que tocou muito o meu coração: podemos repetir a oração de Elias muitas vezes e não ter resultado nenhum. Porque o que devemos imitar não é a oração de Elias, nem suas palavras. O que devemos imitar é a postura de Elias, a obediência de Elias, a consagração, a coragem, a ousadia, a fé de Elias. Enfim, não suas palavras, mas seu viver. E o apóstolo Tiago diz em sua carta que Elias era alguém como nós, sujeito aos mesmos erros e pecados, mas ele orava e Deus ouvia. Por quê? Porque ele tinha um altar a Deus em seu coração.
O templo de uma igreja é um lugar muito importante para nos proporcionar unidade, comunhão, oportunidade de receber uma ministração especial, de estar em torno da mesa. Mas o altar que o Senhor mais preza está em nosso coração. Se este altar não estiver pleno, inteiro, ornamentado, então o sacrifício de louvor e adoração não poderá ser oferecido. Antes de vir o fogo do céu e consumir com sua glória o sacrifício sobre o altar, este teve de ser restaurado.
Deus quer receber você na glória Dele. Deus quer te encher como você nunca foi cheio, cheia, em sua vida! Mas o altar tem de estar preparado. Esta é a parte que toca a cada um de nós. Preparar o altar de Deus, que é o nosso coração. Templo de Deus somos nós, alerta o apóstolo Paulo. Como está o seu altar hoje?
As pedras do altar
Quero que você reflita sobre isso. O altar era feito de pedras. A pedra é um símbolo de durabilidade, de força, de resistência ao tempo e às intempéries. Tudo o que é feito em pedra dura. Daí termos até hoje estátuas, pirâmides e outras obras de culturas milenares. As pessoas se foram, as civilizações se foram, mas seu legado persiste porque foi esculpido em pedra. E Deus quer que seu altar seja duradouro, forte, resistente. Que tipo de pedras precisamos usar para ter um altar que agrade a Deus? Vou listar algumas, mas há muitas mais:
1)      A pedra da verdade: Justiça e verdade são a base do trono de Deus (Salmo 111). Então, devem ser a base de seu altar também! A verdade tem a ver com caráter. Uma das demonstrações de um caráter fraco é que a pessoa conta mentiras para fugir à sua responsabilidade. Vive usando máscaras, escondendo seu verdadeiro eu. Mas a mentira não se sustenta para sempre. E quando ela cai, tudo o que a pessoa é ou acredita vai por água abaixo. A verdade, por outro lado, paga o preço necessário para sustentar-se e, por isso, resiste a tudo o mais. Pense na sua vida: se você é uma coisa aqui na igreja e outra lá fora, então você precisa restaurar a pedra da verdade. Se você faz coisas que ninguém pode saber ou que tem vergonha se alguém descobrir, então precisa da pedra da verdade. Seu altar está incompleto, caído e não vai ser possível ofertar nada a Deus sobre ele. Seu coração está partido, quebrado, dividido. Deus não compactua com a mentira, ela é do diabo! Então, hoje, verifique seu coração e restaure essa pedra. Deixe de lado o engano, a hipocrisia (que é parecer uma coisa que você não é). Não pareça, seja! Assuma realmente este compromisso e restaure nesta noite o altar de Deus em sua vida!
2)      A pedra da fidelidade: Talvez você até tenha tido uma vontade inicial e disse a verdade para Deus. Mas você fica coxeando entre dois pensamentos. Uma hora está bem, outra hora está mal. Você se diz amigo de uma pessoa mas fala mal dela pelas costas. Você diz que gosta do seu emprego, mas frauda o seu patrão fazendo coisas no seu horário de serviço que não deveria fazer. Você diz que ama sua namorada ou esposa, mas olha com desejo para outras mulheres ou se perde em pensamentos sensuais e pecaminosos. Você diz que ama seu esposo mas nunca tem disposição para agradá-lo e amá-lo um pouco mais. Você diz que está preocupado com seus filhos, mas não sabe quem são os amigos dele, por onde ele anda ou em que sites navega na internet. Falta a você fidelidade! E o que dirá de Deus? Se algo não agrada a você na igreja, imediatamente você deixa de congregar. Se alguém bajula você, logo imagina que seria melhor ir para a outra igreja porque o pastor de lá te ama mais do que o seu... Fidelidade é a capacidade de ater-se ao seu compromisso – com Deus, com sua esposa, com seu filho, com sua igreja... É a habilidade de dizer não àquilo que contraria a aliança que você fez... Restaure seu altar colocando hoje a pedra da fidelidade. Deus quer que você seja alguém fiel – comprometido, firmado na palavra, digno de confiança!
3)      A pedra do arrependimento: O povo pecou contra Deus, indo atrás de outros deuses. E Elias restaura o altar antes de clamar ao Senhor. O povo tem que ver que a adoração a outros deuses fez com que o altar fosse pisoteado, chacoalhado, tirado de seu lugar, contaminado. Ele lava ali várias vezes com água também para sinalizar essa purificação. Você e eu precisamos nos arrepender. Precisamos reconhecer nosso pecado: nossa autossuficiência, nossa arrogância, nosso orgulho, nossos atos vergonhosos, nossos maus hábitos de vida, nossa petulância... tudo isso derrubou o altar de Deus em nosso coração. Outros deuses entraram: a ganância, o dinheiro, o sexo, o egoísmo, o vício... Esses deuses estragaram a obra que Deus estava fazendo e o altar está quebrado. Arrependamo-nos! Vamos pedir a Deus que tenha misericórdia de nós e nos dê a oportunidade de ainda ver o seu fogo caindo sobre as nossas vidas...
Conclusão: Eu poderia listar muitas outras pedras: a pedra da fé, por exemplo, ou a pedra da santidade no falar. Poderia incluir a pedra da entrega total e quem sabe até a pedra na boca do túmulo do velho homem, que precisa ser sepultado... mas essas três servem para você começar a refletir sobre o estado de seu altar. O estado do seu coração hoje, diante de Deus. A oportunidade de ver o fogo de Deus cair sobre sua vida é hoje! Hoje mesmo você pode clamar a Deus, não com as palavras de Elias, mas com as suas, e ver o fogo cair e consumir tudo o que você trouxer com alegria a Deus, fazendo subir um aroma suave diante dele! É possível, hoje mesmo! Se o altar estiver restaurado... se as pedras estiverem no lugar... Se você quiser fazer esta restauração, Deus está pronto para responder com fogo, com poder, com glória, com amor. Deus está pronto a manifestar sua presença na sua vida. Basta a você entregar seu coração, clamar por ele... Faça isso hoje mesmo e veja seu altar se tornar uma morada permanente de Deus! E com um fogo que nunca se apaga!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

REVISÃO DE TEXTO COM PERSONALIDADE