Espinho na carne...

"E, para que não me ensoberbecesse com a grandeza das revelações, foi-me posto um espinho na carne, mensageiro de Satanás, para me esbofetear, a fim de que não me exalte. Por causa disto, três vezes pedi ao Senhor que o afastasse de mim. Então, ele me disse: A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo" (2 Coríntios 12.7-9). A graça que se aperfeiçoa na fraqueza é um dos maiores paradoxos da fé cristã. Eu gostaria que a dor mais profunda da minha alma fosse vencida uma vez para sempre. Mas de vez em quando ela se torna mais aguda. Tenho vivido com essa luta toda a minha vida. Às vezes me revolto, às vezes não entendo... mas a maioria das vezes, lá na frente, vou me deparar com alguém vivendo coisas semelhantes e aí eu entendo: sou capaz de entender de verdade, porque já vivi aquilo. E tendo passado uma vez mais, sou capaz de encorajar e dar esperança. Deus não me quer sofrendo, mas o meu sofrimento é que me faz mais gente. Enquanto estivermos aqui, precisamos uns dos outros. Não podemos, nem por um minuto, achar que somos melhores, mais protegidos ou mais importantes que qualquer outra pessoa...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Isaías 6.1-8 A brasa do altar

O sonho de Jacó (Gênesis 28.12)

Pagar o preço