Reverência

Adonai, meu Senhor
Aquele que domina meu coração
Aquele que sonda meus pensamentos
Aquele que guia os meus passos
Aquele que perpassa meus momentos.

Adonai, meu Senhor,
Aquele que me aprisiona em sua graça
Aquele que me ata com seus laços de amor
Aquele que me algema em sua compaixão
Aquele que me encarcera em sua infinitude.

Adonai, meu Senhor,
Que não me anula embora me domine,
Que não me nega embora me transforme,
Que não me oprime embora me corrija,
Que não me chama de servo, mas de amigo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O sonho de Jacó (Gênesis 28.12)

Isaías 6.1-8 A brasa do altar

Pagar o preço