Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2009

De ilusão também se vive (rs...) pra não ficar sério demais...

Para Viver Um Grande AmorVinicius de Moraes
Para viver um grande amor, preciso é muita concentração e muito siso, muita seriedade e pouco riso — para viver um grande amor.

Para viver um grande amor, mister é ser um homem de uma só mulher; pois ser de muitas, poxa! é de colher... — não tem nenhum valor.

Para viver um grande amor, primeiro é preciso sagrar-se cavalheiro e ser de sua dama por inteiro — seja lá como for. Há que fazer do corpo uma morada onde clausure-se a mulher amada e postar-se de fora com uma espada — para viver um grande amor.

Para viver um grande amor, vos digo, é preciso atenção como o "velho amigo", que porque é só vos quer sempre consigo para iludir o grande amor. É preciso muitíssimo cuidado com quem quer que não esteja apaixonado, pois quem não está, está sempre preparado pra chatear o grande amor.

Para viver um amor, na realidade, há que compenetrar-se da verdade de que não existe amor sem fidelidade — para viver um grande amor. Pois quem trai…

Metodistas no Jornal Nacional

Fiquei feliz com a notícia, embora uma pulga atrás da minha orelha tenha ficado cochichando: Por que será isso, né? A Rede Globo deve ter alguma intenção oculta (rs!)...Mas, sobre a obra social metodista: é um trabalho bonito, funciona de fato e era nisso que a gente deveria investir mais. Mudar a vida das pessoas é consequência de ações, não só de palavras... Pena que a gente, como Igreja Cristã no mundo (não falo só da minha denominação, mas dessa postura acrítica, "amundo" - senão no sentido da prosperidade e do materialismo que impera - que anda por aí) anda se ensimesmando muito, ficando só pra dentro... De evento em evento... e no vento...

Um clamor por justiça, uma atitude de fé (Salmo 94)

O Salmo 94 está entre os chamados “imprecatórios”, que são um gênero de salmo em que se pede o castigo contra os inimigos. A linguagem do salmista é bastante dura e ele se dirige a Deus, já de início, em termos jurídicos: ‘Deus das vinganças’ (Dt 32.35), juiz da terra (Gn 18.25; Sl 9.5; Sl 58.10; Sl 74.8; Sl 118.137). Por isso mesmo, é um salmo que nos fala de uma tomada firme de atitude, não meramente no aspecto individual, mas também coletivo. Ele nos fala da dimensão social e política da fé. E quando falo em política, desejo usar o termo em seu sentido original, pois a raiz grega “polis” significa cidade e política era a expressão usada para falar do cuidado com as coisas da cidade, da colevidade. Muitas vezes, as pessoas têm tomado posições como indivíduos, se focam apenas em si mesmas. O salmista parece extrapolar-se; de cantor, torna-se profeta. Sua palavra convoca outros ao não-conformismo e chama o próprio Deus para interferir numa situação que ele considera ultrajante. N…

De pastora (!) para ovelha - uma carta 'pastoral'

Imagem
Querido membro,
Que a graça e a paz de Deus sejam com você!
Como sua pastora, permita-me dirigir-me a você, meio que parafraseando o bispo Paulo Lockmann, em suas ‘cartas à igreja’... Como não estou com essa bola toda para falar ao todo (ichi, ficou engraçado...) falo ao particular. E isso pra mim tem toda a importância do mundo.
Primeiro, quero te agradecer pela insistência com que você me atura, domingo após domingo, nos dias mais e menos inspirados de minha carreira homilética. Isso é muito importante num mundo em que muitos não querem nem ouvir, nem falar coisa alguma, em busca de um significado além do momento. Mas você ouve – e vez por outra, sei que fiz uma pequena diferença, porque você elogia ou olha meio de lado... Mas, pelo menos, nunca me é indiferente.
Em segundo lugar, agradeço por sua capacidade de discordar de mim. Num tempo em que muitos confundem alhos com bugalhos, você não permite que eu me engane. Você não é qualquer um – não reclama por reclamar, nem fala pelas costa…