Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2010

Ebenézer, até aqui nos ajudou o Senhor! (1 Samuel 7.12 - pastoral escrita para a Igreja Metodista em Cataguases)

Havendo avançado em suas batalhas, Samuel pegou uma pedra e a colocou como marco para que o povo lembrasse até onde tinha ido e pudesse agradecer ao Senhor, pois a vitória só fora possível porque haviam recebido ajuda divina. Viajando muito, como é nossa prática, eu vejo cruzes ao longo da estrada. Elas também são marcos que servem para lembrar que, naquele ponto, uma vida foi ceifada pela violência do trânsito. Quando passo pelas estradas e observo as cruzes, fico pensando em quem teriam sido aquelas pessoas: em que trabalhavam, se eram jovens ou maduras, se tinham filhos ou não. Fico pensando nas pessoas em quem deixaram saudades por sua súbita partida e o vazio que ficou pela sua ausência. As cruzes da estrada são marcos de perdas, mas as pedras de Samuel eram marcos de vitória. Marcos, de qualquer modo, são testemunhos de uma história que alguém deseja que seja lembrada. Mas, na trajetória cristã, vale mais lembrar os ganhos que as perdas, uma vez que a morte não é a…

Confissões de Agostinho

Quem me fará descansar em ti? Quem fará com que venhas ao meu coração e o inebries a ponto de eu esquecer os meus males, e me abraçar a ti, meu único bem? Que és para mim? Tem misericórdia, para que eu fale. Que sou eu aos teus olhos, para que me ordenes amar-te e, se eu não o fizer, te indignares (2) e me ameaçares com imensas desventuras? Como se o não te amar já fosse desgraça pequena! Dize-me, por compaixão, Senhor meu Deus, o que é tu para mim? Dize à minha alma: Eu sou a tua salvação. Dize de forma que eu te escute. Os ouvidos do meu coração estão diante de tu, Senhor; abre-os e dize à minha alma: Eu sou a tua salvação. Correrei atrás destas palavras e te segurarei. Não escondas de mim a tua face: que eu morra para contemplá-la e para não morrer!
Minha alma é morada muito estreita para te receber: será alargada por ti, Senhor. Está em ruínas: restaura-a! Ela tem coisas que ofendem aos teus olhos: eu o sei e confesso. Mas quem pode purificá-la? A quem, senão a ti, eu clamarei: Pu…

Sobre Deus...

Imagem
Estava pensando acerca de como falar de Deus quando encontrei o texto de Ricardo Gondim, que postei aqui no outro dia. Sabe quando a gente encontra alguém que diz tanto o que a gente queria dizer, que parece nada mais haver para ser dito? Foi assim...
Também não sei explicar o que me faz amar a Deus. Não é a igreja, não é a função clerical, não é o serviço ou o culto. Não é nada tangível, ou visível aos olhos... Amar a Deus é assim, como estar num ônibus de madrugada, sentindo frio, cansada e sem vigor para enfrentar um monte de reuniões no dia seguinte, cheia de problemas insolúveis perturbando a alma, e erguer os olhos para ver uma lua como há muito não via... E esquecer de mim, da vida, do mundo todo, porque existe uma lua cheia no céu mesmo quando o coração está em pedaços...
Deus não existe simplesmente, porque muitas coisas existem e não são. Não. Deus não existe, Deus é... E ser é a essência dele. Ser o que ninguém espera. Deus é este mágico travestido de criança, brincando e s…

Sobre Deus - Ricardo Gondim

Não sei explicar as razões de minha fé. Não sei dizer os porquês de minha devoção. Sinto-me inadequado para convencer os indiferentes. Como fazer que desejem o mesmo sal que tempera o meu viver? Limitado, reconheço que tudo o que sei sobre o Divino é provisório. Não tenho como negar, minhas convicções vacilam. As certezas que me comovem são, decididamente, vagas. Sei tão somente que Ele se tornou a minha meta, o meu norte, a minha nostalgia, o meu horizonte, o meu atracadouro. Empenhei o futuro para seguir os seus passos invisíveis. No dia em que o chamei de Senhor, a extensão do meu meridiano se alongou e os fragmentos de meu mapa existencial se encaixaram. Ao seu lado, caíram os tapumes da minha estrada e o ponteiro da minha bússola se imantou.
Sei tão somente que Ele se fez residente no campus dos meus pensamentos. Presente nos vôos da minha imaginação, transformou-se no mais doce ponto de minhas interrogações. Causa de toda inquietação, tornou-se a fonte de minha clarividência.
Se…

Pagar o preço

Mas o que para mim era ganho reputei-o perda por Cristo. Filipenses 3.7

Uma frase vem ganhando cada vez mais expressividade entre os evangélicos capitalistas de nosso tempo: pagar o preço. Ela é de inspiração bíblica e de interpretação muitas vezes demoníaca... Tem suas origens nas Escrituras e sua deturpação em muitos púlpitos. No entanto, ela é autenticamente importante no contexto do discipulado...
Para muita gente, pagar o preço significa tentar comprar a bênção de Deus por mesquinharias humanas. Na Bíblia, pagar o preço é o que Cristo fez, cumprindo o que fosse necessário para que a vida humana fosse preservada, salva, resgatada e purificada do pecado.
Para muita gente, pagar o preço significa abrir mão dos seus prazeres pessoais, num falso ascetismo cristão, com o fim de alcançar algum benefício divino ou poder sobre a comunidade dos fiéis. Na Bíblia, pagar o preço foi o que o apóstolo Paulo fez, sendo açoitado, aprisionado, ferido, apedrejado, para que as pessoas de seu tempo …