Três coisas que precisamos saber

Josué 1.1-9

Este texto traz para nós algumas importantes coisas de que precisamos para ter vitória no ano novo que virá. A Bíblia define esta vitória neste texto nos seguintes termos: “para que sejas bem-sucedido por onde quer que andares” (v.7) e “farás prosperar o teu caminho” (v.8). Quem não quer prosperar e ser bem-sucedido? Mas isso nos termos de Deus e não nos nossos! O diferencial é este: colocar nossos planos nos planos de Deus e não Deus nos nossos planos... Desta forma, precisamos saber...

TRÊS COISAS SOBRE NÓS:

Devemos saber que somos servos: “Moisés, meu servo, é morto”... “dispõe-te” (v. 2). Josué tinha de saber que Moisés agira como servo e Deus agora requeria isso dele também. Para ser bem-sucedido, é preciso ser servo, estar submisso a Deus e a sua vontade.

Devemos saber se somos fortes: A força, de acordo com a Palavra de Deus, não é a capacidade de submeter alguém, mas de submeter-se ao outro; não é a capacidade de destruir, mas de resistir; não de pesar, mas de sustentar. Sê forte é uma expressão que aparece nos vs. 6, 7, 9. Três vezes é um sinal bíblico de importância, um superlativo, como em “santo, santo, santo”. É uma urgência para ser bem-sucedido, porque o fraco é aquele que não tem uma vontade resistente, é aquele que retrocede, que abandona, que não persiste. Ser forte é ter compromisso.

Devemos saber se somos corajosos: A coragem não é a ausência de medo, mas a capacidade de vencê-lo, de não ceder a ele. Esta expressão aparece junto aquela referente à força. A coragem é que nos faz andar, dar um passo adiante e tomar a terra da promessa. Deus não tolera a covardia, porque ela significa falta de fé.

Mas além de saber três coisas sobre nós, é preciso saber...

TRÊS COISAS SOBRE DEUS

Devemos saber que Deus é vivo: Moisés, meu servo, é morto... mas eu serei contigo como fui com ele, promete Deus neste texto. Deus não está preso a pessoas do passado, nem a modismos, nem a tradicionalismos, mas Deus é dinâmico; ele é vivo, está em ação. Não podemos ficar presos a nossos traumas do passado, nem ao luto daquilo que foi perdido. Devemos “dispor-nos”, porque Deus é vivo!

Devemos saber que Deus é fiel: “assim como fui com Moisés, assim serei contigo”. O plano de Deus não muda porque as circunstâncias mudaram. A terra precisa ser conquistada. Deus tem um plano e irá com ele até o final. Ele conta conosco, mas ele é fiel naquilo que promete. Deus tem compromisso com suas promessas.

Devemos saber que Deus é presente: “nunca te deixarei, nem te desampararei” (v.5); “o senhor, Teu Deus, é contigo, por onde quer que andares” (v.9). Deus não manda recado, ele vai conosco. Ele é presente em qualquer tempo ou circunstância. Ele está conosco na caminhada.

Conclusão
As três coisas que podemos saber sobre Deus são certas, perfeitas, imutáveis. As coisas que podemos saber sobre nós dependem, única e exclusivamente, de nossa opção por Cristo e nossa entrega total a Ele. Saber quem Deus é – isso é fundamental. Mas saber quem nós somos também é igualmente importante. Sendo servos, fortes e corajosos, saberemos que Ele também nos reconhecerá naquele glorioso dia, quando nos chamará, dizendo: “Entrai, servos e servas, vocês que foram bons e fiéis, no Reino que vos está proposto.” Um feliz e abençoado ano novo, cheio de vitórias, de abundante colheita, para glória de Deus!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O sonho de Jacó (Gênesis 28.12)

Isaías 6.1-8 A brasa do altar

Pagar o preço