Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2016

O valor das cicatrizes (Gálatas 6.17)

Em muitos filmes que abordam a temática da liderança, particularmente aqueles que ocorrem em contexto de guerra, acontece quase sempre uma cena emblemática. O herói, o líder principal da tropa, em geral incompreendido durante boa parte da narrativa, tomado por ditador ou inacessível, de repente tira a camisa. É um momento singelo, uma hora de lanche, um instante depois de uma batalha. Mas é uma epifania. Assombrados, os liderados contemplam em silêncio as marcas, muitas delas indicando feridas abertas várias e várias vezes, deformando o corpo daquele homem. Eles compreendem então as razões de muitas decisões, os motivos de tantas posturas, os conteúdos de tantos silêncios. 
É impossível ser uma pessoa vocacionada para um lugar de liderança sem trazer, ao mesmo tempo, as marcas desse processo. Cicatrizes são as expressões de que um caráter foi gerado, uma história foi contada. O apóstolo Paulo, em seu ministério, trazia em seu corpo essas marcas de açoites, prisões, fome, frio, sede, di…

Descanso em Deus (Salmo 62)

Imagem
É sempre interessante a oposição que os salmos fazem entre o descansar em Deus (aparentemente como uma disposição do interior da pessoa) e a situação externa que é aflitiva. O salmo 62 é um bom exemplo. Todo o texto se foca na  tensão entre descanso e opressão. O salmista busca refúgio em Deus contra os inimigos externos que o acusam. A situação parece estar relacionada à cobrança de dívidas que oprimem o orante (v.10). Sua situação é delicada – ele parece estar perto de um colapso, ou empobrecido... A metáfora que usa para si mesmo é a do muro caído, da cerca vacilante (será que sua herança está em risco?). Não sabemos exatamente do que se trata, mas é algo muito grave. Ao invés de se desesperar, porém, ele afirma estar descansando em Deus.
É difícil descansar Somos resultado de uma cultura que afirma que o tempo ocioso é desperdício. Pessoas que trabalham 10, 15 horas ou mais por dia são valorizadas. Nossas férias são igualmente ocupadas com muitas passagens por lugares diferentes. …

Raízes firmes, ramos viçosos, frutos abundantes (Salmo 92)

Imagem
Eu me lembro de uma canção de um grupo chamado Vida Abundante, que contava a história de um velho fazendeiro. Sua vida difícil, a morte da esposa e outros revezes não impediam o seu sorriso radiante e uma “fé que a todos atraía”. Curioso, o compositor perguntou-lhe a razão de ser assim tão feliz e o velho respondeu: “As raízes! Cuida bem das coisas principais. Arraigado, sempre firme nas promessas do Senhor, nada vai te abalar as raízes”. O tema de nossa revista nos convoca a olhar para o futuro com confiança e fé em relação ao processo de envelhecimento. Eu me lembrei das imagens do Salmo 92 que abordam uma velhice na presença de Deus como resultado de uma longa vida com Ele. Seja essa nossa inspiração para a reflexão de hoje. Um espírito de gratidão (v.1-4) Canções, louvores e reconhecimento dos feitos de Deus são a tônica inicial do Salmo. De fato, parece ser impossível que uma pessoa que tem um olhar tão altruísta e grato envelheça mal, com amargura. Não podemos impedir que coisas…